Lixoteca #2 e resenha - O Teorema Katherine

quarta-feira, outubro 29, 2014 9 Comentários A+ a-


Título: Teorema Katherine
Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Nº de páginas: 304
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique Aqui (R$ 17,00)


Sinopse:
Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.
Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.


Resenha
Colin já namorou 19 Katherines. Ele não aceita namorar outra garota que não tenha o nome Katherine. Não pode ser Caterine, Catherine ou Katerine. Precisa ser exatamente K-A-T-H-E-R-I-N-E. No início do livro, o narrador já nos conta que Colin acabou de terminar com a Katherine 19. Colin vai então, com seu amigo Hassan (me lembrou O caçador de pipas e.e). Eles caem na estrada e vão para uma cidade caipira da qual não lembro o nome agora... 

Chegando lá, eles conhecem uma garota, que os leva para conhecer a cidade e a indústria de absorventes internos que é praticamente a única que gera a economia da cidade. A maioria dos habitantes trabalharão/trabalha/trabalharam lá. E então, a mãe dessa garota (esqueci o nome dela também '-') convida Colin e Hassan para trabalhar na empresa enquanto não vão embora. Eles aceitam. Colin fica com seu caderninho de anotações, tentando criar O Teorema Katherine, que vai definir exatamente quanto tempo uma Katherine vai demorar para terminar com ele e exatamente que dia.

No livro todo ele fica fazendo esse teorema, e finalmente quando termina, percebe que não precisa mais somente de Katherines. 

✖ Avaliação da escrita: A escrita de John Green, novamente não é impressionante, mas também não é ruim. Leitura relaxante e feita para divertir.

✖ Avaliação do enredo: Eu particularmente achei muito ruim. Um garoto que namora somente Katherines até que é algo original. Não que o enredo seja algo desoriginal, mas é algo originalmente chato e sem propósito.

✖ Por que avaliei como ruim e o joguei na Lixoteca?
A maioria das pessoas que leem O Teorema Katherine, concordam que o livro é uma droga. A inteligência de Colin é bacana e tudo mais, porém o enredo é muito ruinzinho. É chato aquelas pessoas caipiras falando de forma caipira o tempo todo. O trabalho de Colin e Hassan é chato, os lugares para onde eles vão são chatos. Esse livro é MUITO chato. Na minha concepção, não teve salvação. Li o livro até o fim e tanto o início, o meio e fim são péssimos e ridículos. Não, desculpa... Eu não consigo gostar desse livro. Foi pra lixoteca!

Você já leu esse livro? O que achou?

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

9 comentários

Write comentários
29 de outubro de 2014 15:19 delete

Minha amiga leu este livro, mas foi empurrando a barriga. Ela disse que não é um livro bom, e por isso nem arrisco ler, agora que eu não leio mesmo!

Beijos, nat-intensivaterapia.blogspot.com.br

Reply
avatar
biiα ♡
AUTHOR
30 de outubro de 2014 07:53 delete

Concordei com tuuuuuudo que você disse!
Não sou fã do John Green, apesar de já ter lido quatro livros dele, mas OTK é o pior de todos, sinceramente. O enredo é cansativo, a história, os personagens e principalmente a fixação do Colin pra achar o resultado do teorema e para de viver o que está ao seu redor, é meeeeeega chato. Também já o resenhei e ficou praticamente igual a sua ahaahuahaa
Beijoos ♡ || Caramelos Encantados

Reply
avatar
Laura Bianca
AUTHOR
30 de outubro de 2014 12:54 delete

Ai, sério que é ruim ? Comprei na revista da AVON, e queria gostar dele (rsrs). ♥

PiinkCookie.blogspot.com.br

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
30 de outubro de 2014 13:00 delete

É bem ruinzinho, talvez você se arrependa D:

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
30 de outubro de 2014 13:00 delete

Não leia mesmo! É perda de tempo! D:

Bjs!

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
30 de outubro de 2014 13:03 delete

Sim, eu já li três livros dele (a culpa é das estrelas, otk e will & will), o melhor foi a culpa é das estrelas, os outros são bem ruinzinhos... Mas ainda vou ler os outros livros dele pra ver se não gosto mesmo... UHSHUASUHAS Mas sim, OTK é muuuuuuuuito chato, sem graça, sem nada que o destaque, uma chatice completa! Sem contar que não dá para entender como funciona o teorema D: KKKK

Reply
avatar
Jéssica Melo
AUTHOR
1 de novembro de 2014 07:55 delete

Serio que você não gostou? eu li semana passada e amei <3 Mesmo não gostando da simplicidade da escrita do autor eu consegui me perder na historia e me apaixonar pelos personagens, mas nem todo mundo gosta das mesmas coisas neh? se não o mundo não teria graça.

Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo" e Participe do Top Comentarista de Novembro"

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
1 de novembro de 2014 11:54 delete

Sério que você gostou? Como assim? D: UASHUASHHASU

Reply
avatar
2 de janeiro de 2016 20:00 delete

Estou chocada, eu amei esse livro, me identifiquei com uma série de situações... Mas cada um tem que opinião né (rsrs)
Acho o João Verde legalzinho, sabe? Não é incrível como alguns dizem. Mas para mim o livro mais chato foi "Will & will", que estória sem pé nem cabeça affs. Mas adorei o blog. 💓

Reply
avatar

"Comento, logo existo."