Resenha - Percy Jackson e O Mar de Monstros

sábado, dezembro 19, 2015 0 Comentários A+ a-




Resenha
Depois de Percy Jackson e O Ladrão de Raios (confira resenha aqui), Percy volta para sua vida comum, fora do acampamento Meio-Sangue. Obviamente, não dá certo. Em sua nova escola, ele conhece Tyson, um amigo grande e muito esquisito que acaba o salvando quando monstros o atacam no colégio. Percy acaba voltando para o acampamento (acompanhado de Tyson e Annabeth), Tyson nada mais era do que um ciclope, e aparentemente todo ciclope é filho do mesmo Deus que é pai do Percy (não sei quanto tempo conseguirei não revelar quem é pai dele nas resenhas), portanto, Tyson fica no mesmo chalé que Percy. 

Porém, há algo muito errado com o acampamento. O símbolo do acampamento e o que o mantinha seguro de monstros e mortais, um grande pinheiro que aprisiona a alma de uma meio-sangue tão importante quanto Percy, foi envenenada e o acampamento corre riscos de ser atacado e destruído. 

Além disso, Percy ainda tem sonhos com o seu amigo sátiro, o Grover, que está nas garras de um ciclope do mal que quer devorá-lo. Acontece que esse mesmo ciclope esconde o Velocino, uma pele de carneiro de ouro, que é capaz de curar qualquer coisa. Ou seja, ele é capaz de curar a árvore que protege o acampamento e que está morrendo.

Nisso, Percy aproveita para ir atrás tanto de Grover quanto do Velocino. E essa acaba sendo a aventura desse livro (pelo que pude perceber, é uma aventura diferente a cada livro). Muitas pessoas me disseram que esse livro era o mais fraco da série, mas eu achei igual ao primeiro, só que com uma aventura diferente! Não sei, quem sabe eu ache mesmo fraco depois de terminar de ler a série?


✖ Avaliação da escrita: A escrita de Rick Riordan é muito boa de se ler. Como é um livro infantojuvenil, é claro que isso é ainda mais facilitado.

✖ Avaliação do enredo: Com certeza é um enredo original, afinal, Rick Riordan deu um jeito de trazer para o público infantil e jovem mitologia grega de um jeito divertido e atual.

✖ Sobre o protagonista: Percy é um personagem simples, mas que consegue transpassar muito bem o que sente para os leitores. Rick Riordan conseguiu fazer jus à idade de Percy em seus pensamentos e na narração em primeira pessoa.

✖ O que me levou a avaliar o livro como muito bom?
Muita gente me disse que esse livro ia ser fraco, como eu já disse. Mas, não achei totalmente fraco... Só achei uma aventura mais rápida que a primeira, haha.

E você, o que achou de Mar de Monstros?

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

"Comento, logo existo."