Resenha - A menina que roubava livros

terça-feira, julho 29, 2014 10 Comentários A+ a-


Título: A menina que roubava livros
Autor: Markus Zusak
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 480
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique aqui (R$ 15,21)


Sinopse:
A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler.
Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade.
A vida ao redor é a pseudo-realidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela História. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa deste duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto - e raro - de crítica e público.




Resenha
Eu não tenho esse livro (por isso não pude trazer imagens), pois eu li ele no Wattpad, o que me limitou de poder ver as ilustrações que tem no final do livro. Eu li ele porque era o livro da Oficina Acorda pra Vida, e infelizmente não tivemos tempo de discuti-lo em sala. Mas, apesar disso, eu li porque já fazia um tempo que eu "precisava" lê-lo, pois é um dos livros favoritos de muita gente, e considerado um dos melhores. Então, eu li. Mas infelizmente não me agradou muito. Como eu digo, existem livros "de muitas opiniões". O que faz com que muita gente goste e muita gente odeie. Eu não odiei, mas não foi nem de longe um dos melhores que eu já li.

A história é contada pela morte, e esse fato incomoda muita gente fazendo-as não entender muito bem a história. Mas isso não me trouxe nenhuma dificuldade, até achei esse tipo de narração bem original e até a metade do livro já parecia que a história estava sendo somente narrada mesmo, sem ser a "morte". Enfim, a morte conta sobre Liesel Meminger, que no começo do livro, perde o irmãozinho e a mãe e acaba morando com outra família. Eles moram na Alemanha, bem na época nazista. E não demora muito até que a família acolha um judeu para morar em seu porão (perigosamente). 

O mais legal desse livro não é o enredo, nem a morte contadora de histórias, muito menos o vício de Liesel em roubar livros. E sim, o contexto histórico por trás de tudo. Sobre o nazismo, sobre o erro em acolher um judeu naquela época, sobre a morte ser tão comum aos familiares naquela época horrível. 

✖ Avaliação da Escrita: A escrita desse livro é boa e me agradou bastante. Principalmente as palavras em alemão que estão o tempo todo na fala dos personagens. Eu adoro livros que trazem linguagens estrangeiras, me faz conhecer um pouco e aprender.

✖ Avaliação do Enredo: O enredo que não me agradou muito. Na verdade não sei se foi exatamente o enredo, mas algo não me agradou nesse livro e eu não consigo determinar o quê. Talvez o formato, que não é dividido em capítulos e sim do jeito que a morte quer contar. Talvez a história... Por mais que seja divertida quando Liesel rouba os livros. Algo não me agradou neste livro e me sinto envergonhada por não poder dizer ao certo o quê. Eu só, não gostei D:

✖ O que me levou a avaliá-lo como regular?
Não acho que seja um livro que precisa ser lido. Não recomendaria esse livro... Acho que ele ganhou impulso no mercado literário por que virou modismo. Não tenho nada contra o autor, nunca li outras obras dele, mas se alguém perguntasse se vale a pena ler, eu diria: "Se você quer aprender mais sobre nazismo, é uma ótima leitura. Se você quer somente o enredo, não é muito bom".

✖ Considerações finais: Por mais que diga que o livro não é bom, eu gostei um pouco dele. Gostei da originalidade e dos fatos ao redor. Mas, não gostei muuuuuito, por isso não o avaliei como "bom", e sim como "regular". Irei ver o filme em breve, para gostar mais do livro, haha!

E você? Já leu este livro? Já viu o filme? O que acha de eu não ter gostado muito? O que acha de "livros de muitas opiniões"? Comenta aí!

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

10 comentários

Write comentários
Jéssica
AUTHOR
30 de julho de 2014 13:16 delete

É bom ver uma resenha que não classifica o livro como perfeito para variar. Ainda não o li mas pretendo lê-lo assim que tiver chance para poder assistir o filme depois, então não tem como eu comentar se concordo ou não com sua avaliação.

Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"
Participe do TOP Comentarista de Julho e concorra a um Exemplar Volume Único As Crônicas de Nárnia"

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
30 de julho de 2014 14:43 delete

Provavelmente vc n vai concordar, pq muita gente gosta... mas vou esperar sua resenha u.u bjs!

Reply
avatar
TOM MORAIS
AUTHOR
30 de julho de 2014 17:23 delete

Esse foi o primeiro livro que eu li :3, muito perfeito, até hoje quando eu leio dá aquela nostalgia, sabe? Amo muito esse livro, sim, ele é perfeito <3 Demais a resenha.
cronicasdeumlunatico.blogspot.com

Reply
avatar
30 de julho de 2014 20:13 delete

Já li o livro, de acordo com alguns leitores que conversei e com a minha própria experiência, quase que eu não termino de lê-lo,mas depois que fechei ele,não me arrependi. Liesel me ensinou tantas coisas, me mostrou tantas coisas. O amor pelas palavras que ela tinha me emocionou.

http://renata-filosofando.blogspot.com.br/

Reply
avatar
Nayana
AUTHOR
31 de julho de 2014 11:25 delete

Li esse livro ha alguns anos, principalmente por ser apaixonada por essa parte da história... esse foi o grande fato de eu ter gostado dele. Mas não me apaixonei também não, ele é bom e só. Uma das melhores partes é a morte narrando, e como eu disse, a história e o nazismo e tudo e basicamente isso. O fato dela roubar livros e blá blá nem tem grande importância k beijo!

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
31 de julho de 2014 17:02 delete

Não acheeeei tão perfeito, mas n me arrependo de modo algum de ter lido ^^

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
31 de julho de 2014 17:03 delete

eu não tive problemas com a narrativa, nem nada... só n achei uma história "OOH" SSAASHUHUAS

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
31 de julho de 2014 17:04 delete

meu pai também é apaixonado por essa época, ele tem um livro de umas 2000 páginas só sobre Hitler... Vou ler um dia! Sim, o contexto histórico é a melhor parte... o resto não é ruim, mas meio desnecessário... acho q o livro levou o título errado

Reply
avatar
sara sem h
AUTHOR
31 de julho de 2014 17:07 delete

Já ouvi falar ~muito~ sobre esse livro e já li várias resenha que me dão vontade de ler ele. Gosto de histórias que se passem durante a II Guerra, que tratem sobre o assunto do nazismo :) (vc já leu O menino do pijama listrado? É bem legal) Fico muito curiosa com a narradora desse livro, hehe, bem curioso. Quando eu tiver oportunidade eu vou ler, e o filme, assim que puder, eu assisto :33
E, acho que livros que provocam muitas opiniões super distintas são legais, hauahauh xD Não sei porque, acho que é pela diversidade de opiniões e visões que as pessoas constroem da história. Eu, pelo menos, gosto disso. E me dá mais vontade de ler pra eu saber qual seria a minha opinião :)
Kissus

Reply
avatar
sara sem h
AUTHOR
31 de julho de 2014 17:08 delete

só pra corrigir: *resenhas
meu teclado é burrico, ignore u-u -qn

Reply
avatar

"Comento, logo existo."