Um pouco sobre Clarice Falcão

quarta-feira, setembro 23, 2015 0 Comentários A+ a-


Olá pessoal depois de um tempo sumida (sim eu sei!) voltei para trazer um post sobre uma mulher que admiro demais esta por sua vez é ninguém mais ninguém menos do que Clarice Falcão!!
Então, algumas semanas atrás estive na mostra de profissões da universidade Positivo e lá tive a oportunidade de ver ela de pertinho em um super bate papo onde ela falava sobre sí própria, sobre carreira artística e escolha de profissões.

Rolou também uns conselhos que da para levar para a vida e de quebra até umas musiquinhas.
Bom vamos logo falar sobre ela!
A Clarice é de longe uma pessoa incrível ela é atriz cantora, compositora, roteirista e humorista. Devo admitir que eu adoro ela em todas as esferas em que ela se apresenta! Ela é aquele tipo de pessoa que tem um humor refinado com umas sacadas inteligentes que faz com que você se agrade logo de cara.
Além da sua atuação no tão amado canal porta dos fundos ela também tem participação em vários filmes, seriados e até mesmo novelas.
Acho que a parte que mais gosto dela é a musical pois ela tem uma voz suave em conjunto com letras reflexivas e ao mesmo tempo um tom humorístico. As musicas do seu álbum monomania são tão gostosas e divertidas que da vontade de colocar para repetir eternamente.
Sobre alguns assuntos relacionados a vida ela também tem uma concepção super bacana, por exemplo quando foi perguntado sobre criticas relacionados ao trabalho ela falou o seguinte (não nessas palavras):
“Você não pode se deixar abater quando alguém te fizer uma critica, quando alguém falar para o médico que a costura que ele fez em uma cabeça não está legal ele ao invés de se abater deve falar: beleza da próxima vez vou trabalhar mais nessa costura de cabeça’’
Quando foi perguntado sobre como colocar no papel uma ideia que está apenas na cabeça ela mais uma vez nos surpreendeu falando que primeiro temos que medir o tamanho da nossa ideia e depois decidir o que fazer com ela. Ela usou como exemplo a sua musica oitavo andar onde o máximo que ela poderia fazer com ela era uma crônica e não um longa. Sobre medir o tamanho da idéia ela complementou falando que a única vez em que uma longa história deu certo em uma musica foi em faroeste caboclo.
Fala sério ela é ou não uma pessoa incrível?
Então é isso pessoal por hoje fico por aqui e prometo tentar me manter mais ativa a partir de agora ok?
Mas e aí gostaram do post? Tem algo a ressaltar sobre a diva citada acima? Deixa um comentário que vou adorar ler e responder tudinho!
Um super beijo e até a próxima...

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

"Comento, logo existo."