Resenha - As Mentiras de Locke Lamora

quinta-feira, maio 21, 2015 4 Comentários A+ a-


Título: As Mentiras de Locke Lamora - Nobres Vigaristas Livro 1
Autor: Scott Lynch
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 464
No Skoob: clique aqui
Comprar: Clique aqui (R$ 28,71)



Sinopse:
As Mentiras de Locke Lamora - O Espinho é uma figura lendária: um espadachim imbatível, um especialista em roubos vultosos, um fantasma que atravessa paredes. Metade da excêntrica cidade de Camorr acredita que ele seja um defensor dos pobres, enquanto o restante o considera apenas uma invencionice ridícula.
Franzino, azarado no amor e sem nenhuma habilidade com a espada, Locke Lamora é o homem por trás do fabuloso Espinho, cujas façanhas alcançaram uma fama indesejada. Ele de fato rouba dos ricos (de quem mais valeria a pena roubar?), mas os pobres não veem nem a cor do dinheiro conquistado com os golpes, que vai todo para os bolsos de Locke e de seus comparsas: os Nobres Vigaristas.
O único lar do astuto grupo é o submundo da antiquíssima Camorr, que começa a ser assolado por um misterioso assassino com poder de superar até mesmo o Espinho. Matando líderes de gangues, ele instaura uma guerra clandestina e ameaça mergulhar a cidade em um banho de sangue. Preso em uma armadilha sinistra, Locke e seus amigos terão sua lealdade e inteligência testadas ao máximo e precisarão lutar para sobreviver.




Resenha
Demorei um pouco do esperado, mas terminei em maio a leitura de As Mentiras de Locke Lamora, o qual eu avaliei com cinco estrelas e favoritei! Eu não sei se vocês sabem, mas eu queria muito ler este livro porque meu namorado me contou que a personalidade dos personagens era parecida com a personalidade dos personagens de A Crônica do Matador do Rei (clique aqui para ler a resenha do primeiro livro). Foi então que eu fiquei o tempo todo dizendo que queria esse livro e quando meu aniversário chegou, ele me deu! Pense numa pessoa feliiiiiz! 

Enfim, o livro é narrado em terceira pessoa e conhecemos através da narrativa do autor o personagem Locke Lamora, conhecido como o Espinho de Camorr, por ser um dos maiores ladrões da cidade de Camorr. Sim, Locke é um ladrão... mas não é um simples ladrão: ele é um Nobre Vigarista. Ele e seus companheiros: Jean Tannen, Calo e Galdo Sanza (irmãos gêmeos) e Pulga são Nobres Vigaristas, mas quem realmente tem talento para atuação e para se passar por outras pessoas é o Locke. 

Ele e seus companheiros são conhecidos como sacerdotes por alguns que não sabem que eles são ladrões, pois eles moram na igreja e quando eram crianças eram conhecidos como Iniciados de Perelandro (o nome da divindade no livro). Mas os pobrezinhos não chegaram felizes na igreja quando crianças! Eles eram crianças órfãs e meros ladrõezinhos por sobrevivência quando foram acolhidos pelo Aliciador, que viva para ter ladrõezinhos. O Aliciador vendia alguns meninos ao Padre Correntes. Locke foi vendido para o Padre, se tornou um Iniciado de Perelandro e aprendeu a ser um excelente Nobre Vigarista com o Padre Correntes. Pois é... Quem, para a sociedade, parece um simples padre, é um treinador de ladrões.

Mas como eu disse, ele não foi treinado para ser um simples ladrão. Depois de adulto, Locke e seus companheiros tentam dar golpes nos nobres (eles decidiram roubar apenas dos nobres). Locke se veste como nobre, inventa um nome, faz uma voz diferente, cria um novo personagem para aplicar golpes envolvendo muito dinheiro. 

Locke e muitos outros ladrões de Camorr são comandados por um chefe de gangues e todos devem impostos a esse homem, mas um desconhecido, com poderes mágicos desconhecidos chamado Rei Cinza, quer tomar o poder desse chefe das gangues, e assim a trama começa (mas só vai acontecer quase no final do livro -.-).


✖ Avaliação da Escrita: A escrita de Scott Lynch é muito boa e livre (ele usa todo o tipo de palavrão), com isso ele consegue te transmitir melhor o estado do personagem e até dar mais humor em algumas situações. A narrativa dele é incrível, descrição de cenários muito boa.

✖ Avaliação do Enredo: Eu nunca li e nunca esperava ler algo parecido. Já havia visto algum filme onde um homem era ladrão e se vestia para conseguir roubar facilmente. Mas esse tipo de coisa misturado com magos e tudo o mais, eu não esperava de verdade. Achei muito bom o enredo e mal posso esperar para ler a continuação!

✖ Avaliação da Capa: A capa é LINDA! Não ilustra 100% do que se trata o livro, as pessoas podem se enganar, mas eu acho ela linda, sou apaixonada por essa capa.


✖ Sobre o protagonista: Locke é um personagem completamente autêntico! Sua personalidade é incrível. Não consegui visualizar bem a sua aparência de acordo com as descrições do autor, imagino ele de um modo totalmente diferente, mas ele é um homem que não aparenta ser agressivo, mas que é muito impetuoso. Criei uma certa afinidade com ele.

✖ O que me levou a avaliá-lo como excelente?
Como comentei, eu esperava que os personagens da estória fossem parecidos com os de O Nome do Vento. Na realidade, não vi nada parecido. Patrick Rothfuss e Scott Lynch são autores completamente diferentes em seu jeito de escrever e também de criar os personagens. Se for em questão de personalidade pouco comum, talvez eles sejam parecidos. Antes de terminar O Temor do Sábio eu estava no começo de As Mentiras de Locke Lamora e conseguia ver que o Patrick Rothfuss conseguia ser muito mais legal, claro! Mas mesmo assim, gostei do livro e pretendo concluir a leitura da trilogia, simplesmente pelo fato de que é um bom livro, os personagens são diferentes, o enredo é único e é fantasia... Porque, infelizmente, de estilo Patrick Rothfuss não tem nada, haha. Mesmo assim o estilo de Scott Lynch não deixou de me cativar!


✖ Considerações finais: Parece ser um livro que pode não agradar à todos, então procure saber se é isso que você quer mesmo caso deseje comprar. Se você gosta de fantasia e de uma trama bem elaborada, vai nessa e mergulha fundo! Depois me conta o que achou, okay? ;)

As continuações

Esses são os livros que seguem As Mentiras do Locke Lamora e estou ansiosíssima para lê-los! Sim, a trilogia já foi encerrada (recentemente, pois o terceiro livro foi lançado agora no início de maio).


E você, já leu ou ouviu falar sobre o livro As Mentiras de Locke Lamora? Se sim, o que pensa sobre isso? Faz o seu estilo de livro? Comenta aí! 


Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

4 comentários

Write comentários
14 de junho de 2015 03:44 delete

Olá :) Provavelmente você já nem se lembra de mim, já não comento aqui há meses, mas continuo a adorar ler os seus posts e surpreendentemente você já resenhou alguns dos meus livros favoritos. Refiro-me ao Nome do Vento e continuação - no meu blog só resenhei ainda o primeiro volume, apesar de já ter lido o segundo há 3 anos - e é ótimo saber que há mais pessoas a adorar a coleção. Aqui em Portugal, "A música do Silêncio" saiu recentemente e ainda não tive oportunidade de ler, e apesar de eu saber que não conta nadinha sobre o Kvothe, continuo imenso a querer ler, até porque aposto que vou ficar encantada com a visão peculiar que a Auri tem sobre o mundo.

Enfim, mas também já li As mentiras de Locke Lamora, pelos mesmos motivos que você: muita gente disse que era parecido com os livros do Patrick. Mas você foi a primeira pessoa a discordar disso, e eu também acho. A escrita do Scott Lynch é inteligentíssima, adoro os plot twists e a genialidade do Locke, e leituras assim fortes de vez em quando fazem bem, mas nem sequer faz tanto o meu género assim. Gostei muito, mas nem sequer o estilo de escrita dos dois autores é comparável, quanto mais o enredo ou mensagens transmitidas. Aliás, uma coisa que eu noto muito n'O Nome do Vento, é que mal há um enredo ou um objetivo definido, é apenas a história de uma personagem com vivências incríveis, experiências invulgares e que vê a verdadeira beleza do mundo, além de tocar alaúde tão bem que os capítulos em que isso acontece até me comovem, tendo-se tornado por isso uma lenda. Locke tem uma vivência mais chocante e conturbada. Mesmo que eu aposte que me vou tornar uma boa fã da coleção quando ler os volumes seguintes.

E vim também para fazer uma recomendação: a Saga Miatborn, ou Nascido das Brumas, de Brandon Sanderson. Se quiser o link para começar a ler online, também posso dar. Já não me lembro bem, mas creio que você é do Brasil, certo? Aí só há o primeiro volume, mas aqui em Portugal já há os dois primeiros, e garanto que o segundo ainda consegue superar o primeiro, que é incrível por si só. O estilo de Brandon Sanderson é FENOMENAL. O primeiro volume, Império Final, foi o primeiro livro que me deixou em dúvida sobre se seria capaz de destronar O nome do Vento, e o segundo volume nem em dúvida me deixou, conseguiu mesmo. Amo muito ambos os autores, e identifico-me mais com Patrick, mas qualquer coisa que eu leia de Brandon Sanderson já me deixa os olhos a brilhar. O estilo é um bocado diferente do autor do Nome do Vento, mas continua a deter uma beleza imensa, tem uma gama de personagens incríveis, completamente distintas entre si, mas muito humanas, reflexões e críticas à sociedade inteligentíssimas, um roteiro e plot twists assustadores, um sistema de magia e um mundo completamente original (e é raro eu usar a palavra completamente) e alguns acontecimentos bem tristes e tocantes, alguns quase chocantes, mas sem o nível de dor que As mentiras de Locke Lamora transmite. Além disso, tem uma protagonista feminina que é A MELHOR QUE EU JÁ VI.

Há chances de você não gostar, mas duvido. Era isto ^^

Reply
avatar
14 de junho de 2015 03:45 delete

PS: Saga Mistborn, este teclado é péssimo, ignore qualquer outro erro

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
14 de junho de 2015 16:12 delete

Oi! Que comentário lindo *---* então, eu já ouvi falar em Mistborn, sim! Meu namorado tem o primeiro volume e assim que ele terminar de ler eu vou pegá-lo, saiu recentemente o segundo volume aqui no Brasil :333 Mas até mês passado ainda não tinha... Estou lendo atualmente "Elantris" do Brandon Sanderson e estou amando. Temos gostos parecidíssimos, sempre que tiver uma indicação vem falar cmg, please :B <3

Beijinhos!

Reply
avatar
15 de junho de 2015 04:10 delete

Virei indicar sim :) Aliás, vou ter em conta a referência a "Elantris" e começar a ler mal possa, embora ainda não tenha encontrado esse livro aqui em Portugal.

Reply
avatar

"Comento, logo existo."