Resenha - O Vampiro de Curitiba

sexta-feira, dezembro 05, 2014 8 Comentários A+ a-





Título: O Vampiro de Curitiba
Autor: Dalton Trevisan
Editora: Record
Ano de publicação: 1965 (capa ao lado da 20ª Edição, nas minhas imagens são da 19ª Edição, publicada em 1998)
Nº de páginas: 107
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique Aqui



Sinopse:
Vampiro em pele de cafajeste, Nelsinho, o tarado, persegue virgens, velhas professoras, prostitutas em fim de carreira, enquanto se forma aos olhos do leitor a imagem de uma Curitiba degradada.

Resenha
Peguei o Vampiro de Curitiba para ler sem nenhum objetivo, mas já havia ouvido falar muito bem desse livro do magnífico Dalton Trevisan. Eu realmente achei o que livro falava de um vampiro em Curitiba, mas na verdade, fala de um homem que nunca arranjava uma mulher que o quisesse, e por isso, saiu amando várias mulheres diferentes. Cada capítulo era uma mulher diferente.

O livro é envolvente do início ao fim, e a escrita clássica (mesmo que reeditada diversas vezes) é muito engraçada e fácil de compreender. Eu adorei esse livro e recomendo a leitura a todos que estão começando agora. Terminei-o em um dia e sinto uma imensa vontade de reler. As cenas de amor com as mulheres nunca são tão descritivas (o que é um ponto a mais para o livro). Esse livro fez bastante sucesso fora do Brasil também e isso é muito bacana!

✖ Avaliação da Escrita: A escrita é clássica e é muito interessante ler livros clássicos exatamente por conta de suas escritas. Como eu não li nenhum outro livro clássico de Trevisan, não posso fazer uma conclusão, até porque, esse livro já tem sua vigésima edição, e a escrita deve ter sido editada e reeditada demais. Mas eu gostei, foi muito divertido ler a escrita dele.

✖ Avaliação do Enredo: Eu achei bem interessante, um vampiro de Curitiba. Para quem não sabe, Curitiba é a capital do Paraná (e eu moro em uma das regiões metropolitanas de Curitiba). No livro ele menciona os bondes, que hoje em dia não passam de linhas no chão em Curitiba. E o enredo é bem masculino mesmo... Um homem que passa a se relacionar com mulheres que há tempos não tem um amante, ou que nunca tiveram um. E no final, ele ainda acaba por fazer amor com uma prostituta horrível. Adorei o final.

✖ O que me levou a avaliá-lo como excelente?
Eu acho que esse foi um dos primeiros livros clássicos que li e agora tenho muitos na lista. Nunca havia lido nada de Dalton Trevisan, só sabia que ele é (ainda está vivo) um grande e influente escritor brasileiro. Então, merece cinco estrelas, sim! Eu adorei esse livro, de verdade. E recomendo muuuuito.

✖ Considerações finais:
Uma outra coisa que amei nesse livro, foram as letras da diagramação em estilo datilografia. Não sei se esse livro foi datilografado, mas creio que não. Mas me apaixonei pelas letras *-*

E você, já leu O Vampiro de Curitiba ou algo do Dalton Trevisan? Você já ouviu falar no Dalton Trevisan? Comenta aí!


/Beijocas da Saroca

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

8 comentários

Write comentários
5 de dezembro de 2014 14:01 delete

Eu fiquei bem interessada, apesar de não costumar ler esse tipo de coisa..

Beijos! • meu blog

Reply
avatar
6 de dezembro de 2014 09:33 delete

Não conhecia a obra e tampouco o autor, mas me interessei de primeiro só por ler o título. A história em geral não me despertou muita curiosidade, mas eu adoro esses livros nacionais que, além de terem sido ambientados em terras brasileiras, apresentam uma descrição do lugar que nos da vontade de conhecê-lo imediatamente. Beijos, Light As The Breeze

Reply
avatar
Adália Sá
AUTHOR
7 de dezembro de 2014 05:00 delete

Não conhecia nem o livro nem o autor (⊙_⊙)
Li pouquíssimos livros nacionais em minha vida, mas um dia pretendo ler todos os clássicos de nossa literatura.

Tem resposta para o seu comentário lá no blog também!
♥ Rendas e Doces

Reply
avatar
Mari Souza
AUTHOR
7 de dezembro de 2014 09:58 delete

Confesso que nunca nem ouvi falar desse autor. Foram poucas as obras brasileiras que li mesmo, acho que a única que me lembro bem agora é A Escrava Isaura, que li nos tempos de escola e ainda adoro. Mas achei o livro interessante, talvez procure pra ler quando terminar todas as minhas leituras pendentes xD
Ótima resenha!
Beeeijos <3

Midnight Sun

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
7 de dezembro de 2014 16:10 delete

Não descreve muito bem a maravilhosa Curitiba, mas mesmo assim é legal :3

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
7 de dezembro de 2014 16:10 delete

Sim, eu também tenho essa meta pra vida <3 talvez na faculdade eu leia, já que vou fazer letras... Hihi ^^

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
7 de dezembro de 2014 16:11 delete

Leituras pendentes... nem me fale! SHUASHUASHU também li poucas obras brasileiras, mas estou me apaixonando por isso também <3

Reply
avatar

"Comento, logo existo."