Resenha - Elantris

segunda-feira, julho 13, 2015 8 Comentários A+ a-


Título: Elantris
Autor: Brandon Sanderson
Editora: LeYa
Nº de páginas: 576
No Skoob: Clique Aqui
Comprar: Clique Aqui (R$ 34,90)


Sinopse:
Elantris - O príncipe Raoden, de Arelon, foi um dos tocados pela maldição que o levou a viver, ou a tentar sobreviver, em meio à loucura e maldições da cidade caída que, desde a maldição, tornara-se um cemitério para os que foram amaldiçoados. Prestes a se casar com Sarene, filha do rei de um país vizinho de Arelon – uma mulher que nem chegou a conhecer pessoalmente, mas que, mesmo com um casamento politicamente forçado, passou a conviver por meio de cartas – o príncipe é dado como morto, uma situação que parece ser irremediável, mas que precisa de explicações. E são esses mesmos esclarecimentos que Sarene procura ao chegar em Arelon e descobrir que tornara-se viúva antes mesmo de conhecer seu marido. E a partir daí começa a entender que terá que tomar conta de tudo sozinha, principalmente de um homem chamado Hrathen, um dos mais poderosos nobres, que está disposto a substituir o rei Iadon, pai de Raoden, para poder converter o país à religião Shu Dereth.
Elantris, que intercala capítulos sobre Raoden, Sarene e Hrathen, é uma obra cheia de energia e histórias fantásticas que não permite que o leitor pense em outra coisa, senão, na cidade de Elantris e suas maldições.



Resenha

Gente! Não sei nem por onde começar a resenha desse livro... Foram quatro semanas para terminar, por conta do meu TCC e tudo o mais, mas eu posso dizer que o autor Brandon Sanderson me deu uma ÓTIMA primeira impressão do que são as obras de fantasia dele. Li Elantris por recomendação do meu namorado e do irmão dele, então peguei emprestado deles e... Simplesmente amei. Se você gosta de fantasia, você PRECISA ler Elantris. Mas vamos à resenha!

Elantris é uma cidade que fica ao lado da cidade de Kae, e ambas ficam no reino de Arelon. Raoden era o príncipe de Arelon e faltava pouco tempo para receber sua futura noiva Sarene, que viria de Teod para casar com ele. Porém, antes disso Raoden é alcançado pela Shaod, uma maldição dos elantrinos, que deixa a pele com manchas negras, a pessoa perde os cabelos, fica cheia de rugas, seus ferimentos nunca se curam (ou seja, se a pessoa se machucar, terá de conviver com aquela dor para sempre) e eles são como mortos: seus corações não batem mais. Mas, nem sempre os elantrinos foram assim.


Dez anos antes, Elantris era uma cidade linda. Os elantrinos tinham pele prateada, seus cabelos eram brancos (não grisalhos, mas brancos mesmo) e tinham o poder de reproduzir aons, uma magia elantrina para curar pessoas, teletransportar e uma infinidade de utilidades. Cada aon era representado por um desenho diferente, que os elantrinos faziam com os dedos no ar. Elantris era conhecida como uma cidade de deuses. Mas, após um terremoto, Elantris foi atingida pela Shaod. A cidade começou a apodrecer. Ficou coberta de lodo e todos os elantrinos ficaram horríveis, eram pobres pessoas amaldiçoadas e sem poder algum.

Pessoas em Arelon inteira e Teod começaram a ser alcançadas pela Shaod também, e quem era atingido, era jogado em Elantris, que virara uma espécie de prisão para os pobres e famintos elantrinos. Conforme eu fui descobrindo todas essas coisas, mais curiosa eu ficava para saber se aquilo um dia terminaria e achava tudo muito incrível.

Agora você já sabe o fundamental, então, Raoden é alcançado pela Shaod e é jogado em Elantris. Quando Sarene (a mulher que iria casar com ele) chega à Kae, dizem para ela que Raoden está morto e, segundo os costumes de Arelon, se seu marido morre, você permanece casada com ele até que você ou o rei morra. E o rei passa a ser considerado seu pai. Sarene fica extremamente chocada com tudo isso e pensa que seu futuro marido está realmente morto, mas como ela quer criar uma aliança de Teod com Arelon, ela permanece ali e bisbilhota muito ao descobrir que Iadon, o rei de Arelon e pai de Raoden não é um bom rei.



Há também Hrathen, um gyorn fjordênico que quer tomar Arelon para convertê-la ao Shu-Dereth, uma religão que acredita no deus Jaddeth. Mas até então Arelon é predominantemente da religião Shu-Korath, que acredita num deus chamado Domi. Isso parece confuso, mas a parte religiosa do livro é muito legal e cheia de conflitos gostosos (-q) SHUUASHUS.

O autor narra capítulos intercalados entre Raoden, Sarene e Hrathen. A Sarene tem capítulos gigantes e Hrathen até um ponto só tem capítulos chatos. Mas enfim, vou parando por aqui porque a resenha já está grande demais D:

✖ Avaliação da Escrita: A escrita de Brandon Sanderson é ótima, apenas o revisor do livro em português não foi muito eficiente, o livro está cheio de erros... Sério, revisor, qual é o seu problema em trocar o "v" pelo "f"? Vi "fários" erros do gênero.


✖ Avaliação do Enredo: O enredo é genial! O autor é genial, simples assim. É incrível, tudo o que ele criou e os conflitos românticos, religiosos e políticos tornaram o livro incrível da primeira página até a última. Estou apaixonada por Elantris.

✖ Avaliação da Capa: Essa capa é linda demais! Só na metade do livro fui descobrir que o personagem na capa é o Hrathen com sua armadura vermelho-sangue. Se você ia ler, acaba de descobrir quem é, haha.

✖ Avaliação dos protagonistas: Não tem somente um protagonista, os protagonistas são Raoden, Sarene e Hrathen, cada qual com seus problemas. Mas, todos, sem exceção, foram inegavelmente bem construídos. Muito bem construídos.

Alguns aons e seus desenhos.

✖ O que me levou a avaliá-lo como excelente? 
Como eu disse, me apaixonei pelo enredo. Assim como me apaixonei pelos personagens, pelas cidades, pelos aons, pelos seons, fiquei com raiva de Wyrn, dos gyorns, dos servos de Shaor em Elantris. Me apaixonei por Raoden, Galladon, Saolin, Sarene, Roial, Shuden, Eventeo, Hrathen e odiei o Dilaf, apesar de ser um cara muito foda. O livro é ótimo, maravilhoso. Uma das melhores leituras do ano, com certeza! 

✖ Considerações finais:
Se você gosta de fantasia, você precisa ler Elantris.


E você, já leu Elantris? Já ouviu falar? Quer ler? Comenta aí!

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

8 comentários

Write comentários
13 de julho de 2015 13:52 delete

Oi, Sara! Tudo bem?

Nunca ouvi falar desse livro, mas adorei a premissa. E essa capa? MARAVILHOSA! É tão bom quando nos indicam algo e gostamos, né?! Depois de ler a resenha, fiquei bem curiosa. Vou adicioná-lo à minha lista de desejados :) Se o livro estivesse um pouco mais barato, eu o compraria agora mesmo uahuahuah Que penas que existem fários erros do tipo =((

Beijos,

Juliana Garcez | Livros e Flores

Reply
avatar
13 de julho de 2015 15:32 delete

Admito que não estou com muito tempo para comentar em condições, mas acredito completamente na sua resenha até porque tudo o que você disse nela está de acordo com os únicos livros do autor que li até agora, da saga Mistborn. Imagino exatamente como é que o autor conseguiu partir de uma ideia relativamente simples até atingir proporções abismais, seria bem a cara dele, e até o guiazinho no final lá está :3 Era isto, vou levar a sério a recomendação :)

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
13 de julho de 2015 15:38 delete

É MUUUUITO BOM! Adorei Brandon Sanderson :333 ele é realmente muito bom

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
13 de julho de 2015 15:40 delete

Oi, menina Ju!

Eu também nunca tinha ouvido falar :O É muuuito legal quando alguém indica e a gente gosta, realmente. É caro msm... Se eu não tivesse pego emprestado eu provavelmente não leria tão cedo... USHUSAHUS... São muito engraçados os erros do reFisor... Beijão! <3

Reply
avatar
Andy
AUTHOR
13 de julho de 2015 16:00 delete

Sara só lendo livros fodas -q kkkkkk Eu to lendo O Nome do Vento e to contente de estar quase na página 100 <3 (mas o livro me dá uma dor de cabeça por causa daquela letra miúda! -.-)

Elantris eu sempre via a capa no submarino, que surgia ali no meio, mas eu nunca parei para ver sobre o que era. xD agora estou me interessando mais para ler livros assim mais 'medievais', to vendo se leio A Guerra dos Tronos, tá na hora de ler aquele livro u.u apesar da letra ser miudinha ;-;

Enfim, me interessei muuuuito pelo livro! Parece exatamente o tipo de leitura que eu amaria *-* Idéias simples e complexas, reviravoltas, e um gosto de quero mais, ao menos esta é a impressão que tive ao ver sua resenha ^^ ou seja, preciso dele D= kkkkkkk

Andy~
Behind-the-wonderland.blogspot.com.br

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
14 de julho de 2015 10:28 delete

O Nome do Vento <3 Sim, a letra é pequena e as páginas quase nem tem margem SHUAHSUSU... Elantris é muito bom! Eu estou fascinada por fantasia, mas vou dar uma pausa agora e ler alguns romances >< HUSHSUU... Beijo, menina Andy!

Reply
avatar
-Lunii †
AUTHOR
15 de julho de 2015 09:58 delete

Olá tudo bom?
Depois que li Guerra dos Tronos comecei a gostar bastante de livros assim. E estou cada dia procurando por ai, e é por que vou adicionar na minha ''listinha'' de livros.
Parece ser demais e eu estou completamente apaixonada pela capa.
É tão horrível ver os erros, eu mesmo já passei por esse problema.
Eu gosto de saber sobre religião e essas coisas e essa me interessou bastante, se conhecesse você pessoalmente ia fazer você se sentar do meu lado e me explicar toda a religião jdnsdjfds.
sessão probida ☠

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
15 de julho de 2015 12:18 delete

Oi, menina Luni! USHHU... Entendo, depois de ler a primeira fantasia a gente quer muitas outras <3 Leia Elantris, é muito bom! Em breve farei um vídeo falando sobre Elantris, mas se eu explicasse a religião seria muito spoiler... Na verdade eles não explicam detalhadamente a religião, mas as do Shu-Dereth é meio doentia, só isso... UASHSUHUA

Reply
avatar

"Comento, logo existo."