Você, Escritor! - Os Primeiros Passos

domingo, fevereiro 14, 2016 4 Comentários A+ a-



Hoje em dia muitas pessoas sonham em escrever um livro, tem uma ideia e começam a trabalhar, mas muitas das vezes param, acham que não está bom e desistem daquela ideia que tiveram. Ou, simplesmente, a pessoa crê não ter a capacidade de expandi-la, de fazê-la se transformar em algo único que poderia trazer algo benéfico à literatura em geral que conhecemos hoje.

  Mas, apesar disso tudo, o que mais complica é o começo de tudo. Muitos autores se deparam com o “muro” que existe sempre que começamos algo. Pois é sempre assim, sempre que iniciamos algo novo, algo que nunca fizemos na vida e temos interesse em fazer e explorar mais, há a possibilidade de termos ás ditas vozes da cabeça dizendo que não vai dar certo, ou vamos fazer errado, não temos a capacidade ou simplesmente temos medo de fazê-lo e das pessoas não gostarem, ou por achar que não somos feitos para aquilo sem antes tentar.


Bem, vou falar um pouco sobre minha experiência quando iniciei a escrever. Na época eu tinha entre 11/12 anos e tudo começou com um fanfic. Eu não tinha ideia do que estava fazendo, escrevia tudo o que vinha a mente de qualquer jeito, para mim estava à coisa mais linda e maravilhosa que existiu (só que não), e no fim, com o passar do tempo eu fui desistindo da ideia porque não foi me atraindo escrever aquele enredo, não porque eu não estava gostando, mas sim a escrita começou a me incomodar, para vocês terem noção eu escrevia assim na época:

Fulano: fala do cara
Ciclano: fala dele (expressão, sentimento) 
Uma linha para descrever o local. 

Parece mais um roteiro na verdade, certo? Certo. Eu escrevia dessa forma, na época eu estava começando a ler e a escrever (que bonito, tudo junto rsrs), e como resultado eu passei a querer desenvolver mais a escrita, a bolar mais enredos diversificados até que atualmente, seis anos depois eu acabei retendo um grande número de conhecimento/experiências graças aquela fanfic que eu resolvi porventura iniciar só porque eu queria que queria escrever algo na época. 

Então, para você que quer começar a escrever um livro e não sabe por onde começar... Se faça a seguinte pergunta a si mesmo: qual é a temática?

Sempre que penso em um enredo, creio eu, que é sempre bom começar com a temática. Você quer escrever um new adult? Infanto-juvenil? Ficção cientifica? Terror? Um livro estilo Harry Potter? Divergente? Jogos vorazes? Tendo isto em mente, de certa forma te ajuda a criar o universo do seu livro. Se passa em um universo alternativo? Ou é um mundo normal igual o nosso, mas com, sei lá, alienígenas que estão fugindo de outros alienígenas que estão os caçando e destruíram seu planeta? (Referencia ao “Eu sou o número 4” de Pittacus Lore).

E após deste processo de saber que tipo de livro você gostaria de escrever, passamos para o seguinte:

* Tente resumir o livro em uma única frase. Algo que aprende é que por mais que você tenha a temática do livro e saia como seria a estória, deve-se saber a essência do mesmo, pois senão acabará escrevendo de uma forma completamente avulsa e sem ter aquele objetivo centrado em sua escrita.
* Se coloque no lugar do seu personagem e se pergunte: qual o seu objetivo? O por que de sua existência? Os seus obstáculos para chegar aonde deseja?

Por exemplo, em Percy Jackson e o Ladrão de Raios, se fosse para resumir, ficaria assim:

Percy é um garoto de 12 anos filho de um deus que tem que encontrar o raio de Zeus que foi roubado”.

E se ver bem, o livro 1 do Percy Jackson pode ser resumido desse jeito em pouquíssimas palavras. Mas também pode ser dito assim: Um garoto que descobre ser filho de um Deus que porventura acaba tendo que entrar em uma aventura para encontrar o raio de Zeus que foi roubado e por acaso todos acreditam que quem o roubou foi o mesmo garoto. 

Como podem ver foi um resumo que não citou nome do personagem, simplesmente a essência do livro (foco - encontrar o raio de Zeus) e quem é o garoto (um semideus). Não é necessário já pensar no nome dos personagens logo de cara, podem pensar depois caso queiram, mas se preferirem pensar antes não tem problema também.

Até aí tudo bem, agora provavelmente você deve ter em mente a temática do seu livro e como poderia resumi-lo (essência, objetivo principal). Mas isso é o bastante para se fazer um livro? O modo como eu estou escrevendo essa postagem, talvez pareça difícil, mas acredite, não é nem um pouco difícil e é algo que ao menos tem me ajudado bastante desde que eu passei a anotar de verdade minhas ideias (sim, eu não anotava antes, confiava na minha memória rsrs).

Mas agora vem a parte difícil!

Muitos dizem que escrever é fácil, e sim eu concordo com essa gente! Escrever é fácil sim. O difícil é a estruturação do livro, a criação dos personagens (fazê-los o mais humanos possível), saber como desencadear uma série de eventos e conclui-los de uma forma plausível tanto para você quanto para o leitor, criar um vilão que não seja aquele cara que quer matar todo mundo só por, sei lá, terem roubado a namorada dele durante a adolescência... Enfim, escrever na realidade não é nada fácil, não é mesmo?

Para resumir, o que quero dizer é: O começo é sempre difícil, mas desde que você tenha a temática e uma forma de resumir a essência do livro, tudo vai ficar mais fácil para dar continuidade aquela bela estória que você tanto almeja transcrever para o papel e um dia publicar por uma editora. Então tenha sempre em mente: é difícil, mas se vale tempo utilizar o seu tempo livre para investir nisso por ser algo que goste, vá em frente. 

Então, os primeiros passos podem ser resumidos em duas palavras:

TENHA INICIATIVA.

Então, o que acharam desse primeiro post da coluna Você, Escritor! ? Comentem o que acharam sobre o meu textinho que poderia ser resumido em duas palavrinhas rsrs Irei respondê-los com certeza, espero que gostem dessa coluna que eu e a Sara estamos fazendo em conjuntas.
Em breve mais novidades dessa coluna para vocês, escritores. 

Até a próxima! 

MATERIAL BÔNUS!!


Vídeo feito pela autora Rafaela Alves 
(a autora deu permissão pra reproduzir o vídeo no blog Interesses Sutis)

Ela publicou três livros até o momento:

- No Embalo da Magia (Independente)
- Pelo Tempo que For (Editora Angel, 2015)
- A voz que vem do coração (disponível no Wattpad até final de Fevereiro)

Sigam a autora!

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

4 comentários

Write comentários
Tisa
AUTHOR
14 de fevereiro de 2016 14:25 delete

Nunca publiquei um livro, mas sempre sonho com o dia em que isso acontecerá. Provavelmente acabarei publicando alguns artigoa científicos antes hahahah
Eu gostei muito da coluna, ela é deveras interessante! Pretendo acompanhar os posts. :)

http://magoevidro.blogspot.com.br

Reply
avatar
Andy
AUTHOR
15 de fevereiro de 2016 19:57 delete

Publicar é a parte mais difícil de todo este processo rsrs (também sonho que este dia aconteça <3)
Obrigada por comentar *-* Espero vê-la mais vezes nesta coluna que eu e a Sara estamos fazendo ^^

Reply
avatar
Albuquerque
AUTHOR
20 de fevereiro de 2016 13:37 delete

Tropeços e muita dor de cabeça, não é minha cara? rs

Mas sabe, acho que ser publicado é de certa forma uma ilusão, acredito que de tão sucateado que está o mercado nacional, as editoras não vão durar muito como estão, os autores independentes estão se destacando, e o marketing pessoal está cada vez mais evidente como melhor opção. Mas anyway, isso é papo pra pós produção rs É válido o que tu falou para quem quer fazer acontecer.

Fique bem e sucesso!
xoxo

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
20 de fevereiro de 2016 16:20 delete

Concordo! INDEPENDÊNCIA OU MORTE! SAHUASHUSHAUUAH

Reply
avatar

"Comento, logo existo."