TUDO sobre publicações de livros! | Postagem completa

terça-feira, janeiro 13, 2015

Aqui está a prometida postagem completa abordando TUDO o que eu sei sobre publicações de livros. Se ainda tiverem dúvidas deixem nos cometários para postagens futuras esclarecendo-as. Prepare-se, vem muito conteúdo pela frente. Vamos lá!

Okay, o primeiro passo depois de ter o seu livro/manuscrito/obra pronto (e várias vezes revisado) é mandar para uma editora e ir atrás da publicação. Existem no Brasil um número significativo de editoras, o problema é que a maioria delas tem mais interesse financeiro, trazendo e traduzindo livros internacionais e dando pouquíssimo valor aos nacionais. Para o primeiro livro, é sempre difícil conseguir uma editora de sucesso (existem exceções, obviamente). 

Para oferecer sua obra para uma editora, basta entrar em contato com ela, enviando um e-mail. Os formulários de contatos de editoras são diferentes, mas se você encontrar alguma que tenha espaço indeterminado de caracteres para contato, aproveite para enviar um resumo do seu livro (que você deve fazer e que sempre ajudará, além de sinopse). Eis o tipo de mensagem que eu mandava para as editoras:
Olá! Tenho um manuscrito pronto e gostaria de saber se vocês tem interesse em publicá-lo. É um romance, tem 220 páginas e está intitulado como "O Homem Que Odiava O Mundo". A seguir está um resumo da obra, se tiver interesse, posso lhe mandar o manuscrito por e-mail. /*RESUMO AQUI*/
No resumo você pode contar tudo o que acontece, se um personagem morre e tudo o mais, afinal, a editora vai avaliar o seu manuscrito e vai saber de tudo. Capriche no resumo para receber mais retornos.

Aqui vão editoras que você pode mandar o seu livro:
Intrínseca ✖ Novo Conceito ✖ Companhia das Letras ✖ Seguinte ✖ Paralela ✖ Record ✖ Galera ✖ Bertrand Brasil ✖ Harlequin ✖ Verus ✖ Chiado ✖ Sextante ✖ Arqueiro ✖ Suma de Letras ✖ Objetiva ✖ Alfaguarda ✖ Gente ✖ Única ✖ Autêntica ✖ Gutenberg ✖ Nemo ✖ Vestígio ✖ Darkside Books ✖ Saída de Emergência ✖ Agir ✖ Nova Fronteira ✖ Rocco ✖ Universo dos Livros ✖ Novos Talentos da Literatura ✖ Novo Século ✖ Ágape ✖ Multifoco ✖ inVerso ✖ FGV ✖ Fundamento ✖ Planeta ✖ DVS ✖ Globolivros ✖ Pandorga ✖ iD ✖ Escarlate ✖ Farol Literário ✖ Valentina ✖ Tordesilhas ✖ LeYa ✖ Geração ✖ Benvirá ✖ Baraúna ✖ Vermelho Marinho ✖ Pedra Azul ✖ Martins Fontes ✖ NVersos ✖ Arwen ✖ Charme ✖ Farol Literário ✖ Impetus ✖ Empíreo

Todas as que me lembro!

Depois de ter enviado o primeiro contato com a Editora, se ela tiver interesse, te responderá de um desses modos:

a) Dirá que não está aceitando novos livros no momento;
b) Dirá que já tem catálogo de lançamentos fechado para o ano;
c) Pedirá que você envie o original impresso e encadernado para eles (eles não devolvem, deixam claro que se você não for aceito, eles destruíram o que receberam);
d) Pedirá que envie o original por e-mail (raro).

As editoras mais famosas sempre responderão com as três primeiras opções. Se você tem em mente enviar seu original por e-mail para uma editora famosa, pode esquecer. Eles trabalham do modo primitivo e que lhe custa dinheiro, aí você já é desmotivado, pois terá que imprimir e encadernar aquelas -300+ páginas que você escreveu. 

Se uma editora pedir que você envie por e-mail, fique esperto. Ou essa editora é pouco conhecida, ou ela vai pedir para você pagar a publicação do seu livro. Se você ficar interessado em pagar para ser publicado, vai ter que dar muito valor ao seu livro e ainda correr o risco de ele não ser vendido nem na livraria da esquina da sua casa.

Alguns autores preferem pagar pela publicação e ter em mãos um monte de livros que eles poderão vender pelo preço que quiserem, mas será que isso é bom mesmo?

Quando enviei meu livro (não irei citar nomes de editoras), me ofereceram logo de cara para que eu pagasse pela publicação (nem avaliaram o manuscrito). Os preços ofertados foram os seguintes:

a) R$ 6.500
b) R$ 12.000
c) R$ 2.700

Sim, são preços totalmente absurdos. Sendo que o de R$ 2.700 não seria um valor que retornaria totalmente para mim. Apesar de algumas editoras cobrarem pela publicação, elas sempre te passam tudo que farão com o dinheiro corretamente: Dizem quantos exemplares serão impressos, quantos livros ficarão com você, quantos livros vão para as livrarias, banner para o lançamento, etc.

Mas, cuidado! Além de você pagar caro para a publicação, você sempre ficará com muito pouco direito autoral em cima do livro e a editora pegará a maior parte para ela. A maioria diz que você só tem direito a uma porcentagem muito pequena do lucro de cada livro. Eles roubam mesmo, fique atento. E o sucesso do seu livro não é garantido, pois nem sempre vai para as livrarias. Pode até ser vendido nas livrarias virtuais (eles sempre dizem que tem parceria com a Livraria Cultura e a Saraiva). Se quiser pagar, exija os seus direitos e tenha bastante cautela.

Editoras novas costumam aceitar qualquer tipo de livro para a publicação. Então, se esse é o seu primeiro livro, não seja ambicioso/vaidoso. Se o seu livro não for uma nova obra-prima da literatura, apresente-o para editoras novas sem medo.

O problema das editoras novas: Elas não tem contato com livrarias e normalmente fazem as vendas somente pelos seus sites. Então tenha em mente que o seu livro não vai fazer o menor sucesso. (Que é o meu caso).

Se todas as editoras te rejeitarem e você não quiser pagar para publicar, parta para o Clube de Autores! É um site onde você pode publicar o seu livro sem medo de ser feliz. Você publica o seu livro no site (faça uma capa bem bonita), e eles vendem no site a versão impressa (você estipula o preço) e a versão e-book (você estipula o preço). As pessoas compram e recebem em casa a impressa ou imediatamente o e-book. O problema do Clube de Autores é que eles ficam com boa parte do dinheiro obtido e você fica com uma pequena parte de direitos autorais.

Você pode ser um autor independente e mostrar a língua para qualquer editora! Você pode fazer como muitos autores independentes do mundo todo e publicar o seu livro na Amazon. Lá você publica o seu livro e fica com quase todo o direito autoral do preço do livro.

Outra alternativa que você tem é você mesmo mandar imprimir os seus livros (e pagar) em gráficas de livros. A Gráfica Liro (livros sob encomenda) é uma das gráficas de livros que eu conheço e que é confiável. Você escolhe o tipo de capa (mole, normal, artesanal). Escolhe quantos livros você quer mandar imprimir na primeira leva (pode ser até 1 livro!) e você o receberá em casa. E o mais legal, é que você paga pelos livros, mas pode vendê-los por um preço mais caro, para lucrar.

O problema de mandar imprimir e receber em casa é que normalmente o preço que você paga seria o preço que um leitor normal pagaria por um livro comprado na livraria e cobrar mais por ele pode ser inconveniente. Fique atento quanto a isso.
Capas que eu já fiz

Eu adoro fazer capas (por mais que não leve tanto jeito pra isso). Mas se você quiser ajuda para fazer a capa do seu livro, pode falar comigo, porque eu adoro fazer isso! (aproveite enquanto eu não reconheço o meu talento frustrado e começo a cobrar por isso).

Você pode começar como muitos autores e publicar o seu livro em sites públicos para que leitores possam ler gratuitamente e almejar novos capítulos da sua história. Normalmente editoras acham grandes livros nesse tipo de site e os autores ganham muitos fãs e leitores fiéis com esse tipo de publicação. Capriche da capa e no título para chamar atenção e revise sempre os erros de português para os leitores gostarem do jeito como você escreve e para eles verem que você leva jeito pra isso.

Eis os sites mais famosos para você começar a publicar:

E essa foi a postagem de publicações! Como eu disse, se tiverem alguma dúvida, postem nos comentários que eu responderei em alguma publicação dessas em breve. Espero que tenham gostado e que eu tenha ajudado. Abraços!


/Beijocas da Saroca

Você também poderá gostar de

12 comentários

  1. Curti o post! Isso ajuda várias pessoas que querem começar a escrever suas obras autorais.
    Parabéns =D

    www.chamandoumleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Talvez eu seja um autor independente, faça apenas um livro (pra mim mesma), me lembrei até de um episódio de Boa Sorte, Charlie! que eles dizem tipo "Tivemos uma banda de rock e um disco, só um mesmo".
    Ajudou muito conhecer pelo menos uma gráfica e quando meu livro estiver pronto vou ver se você me ajuda com a capa ashuashu.
    P.S.: Eu não tô comentando porque tô sem computador e odeio teclado digital, mas eu leio todas as postagens <33.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh, que bom que poderei ajudar <3 ASUHASHUSHU

      Excluir
  3. Na listinha faltou a editora Wish e a Charme, são bem novinhas, mas os livros que publicaram/publicarão são bem interessantes =D apesar de uma ser mais sobrenatural/distopia (wish) e a outra mais feminina/romance (charme) vale a pena dar uma olhada (apesar de eu precisar de money para comprar e ver com os meus próprios olhos o trabalho das editoras~~ )

    Humm eu não conhecia essa gráfica, agora brotou a ideia de publicar 1 exemplar de um dos meus livros para vê-lo e ter em mãos kkk fiz um teste e daria por volta de 40 reais + ou - realmente, o preço de um livro u.u isso com o frete xD huuuuuum quem sabe um dia eu te peça para fazer uma capa para mim Sara? =D rsrsrs

    Entre esse ano e ano que vem estarei enviando meus originais *-* tem umas que pedem o word. Tipo a multifoco quando enviei o meu (e foi recusado) pediram para enviar desde o inicio o livro e quadno tinha que fazer uma discrição tinha limite de palavras então tve que ser beeem direta xD

    Adorei o post ~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já ouvi falar da Charme, mas esqueci de colocar, na realidade foi bem difícil lembrar tantas kkkk... Manda imprimir, sim! E pede ajuda pra mim u.u Aham, as que não são famosas pedem por word mesmo... ):

      Obrigada, beijo!

      Excluir
    2. Verdade! Tipo a verus pede impresso assim como a RECORD. Mas pelo que vi a editora Novo Conceito pode ser enviada por word (ao menos foi o que entendi vendo lá no site da editora). Mas é mais fácil achar as novas pedindo em word do que impressa. As imprimidas são mais as editoras mais tradicionais...

      Sim, qualquer hora peço sim e imprimo um exemplo u.u hahaha

      Excluir
    3. Quando tentei uma vez enviar pra Novo Conceito, eles pediam por Word, mas quando fui entrar em contato com eles disseram que não estavam mais aceitando livros... Mas acredito que se estivessem, pediriam por word, adoro essa praticidade deles, haha.

      Excluir
  4. Muito bom o post, tudo o que você disse é a mais pura verdade. Não vou citar nomes, mas grandes editoras Nacionais avaliaram o Original do meu primeiro livro e pediram um absurdo de investimento, um dinheiro que eu não tenho. Parti para o Wattpad, acabei conhecendo blogueiras literárias e através delas algumas editoras menores e iniciantes. Decidi arriscar a enviar o meu Original e ele foi aceito com exito por uma delas e agora, vai sair pela Editora Lotus o meu primeiro livro. Estou super feliz, pois vejo que este é o primeiro passo para algo maior!
    O negócio é nunca perder a esperança! Ser um autor independente, também é uma opção, porém tem seu preço ;)

    Beijos ♥

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tudo o que vc disse é a realidade. Obrigada! Boa sorte com o seu livro e muito sucesso *-*

      Bjsbjs

      Excluir
  5. Comentário rápido sobre o seu texto porque vi um erro quando você falou sobre os "10%", espero te ajudar porque já trabalhei em editora e sei que a parte do "roubam" não é bem verdade.
    Vamos dar casos:

    Caso 1: Editora grande e famosa que cobra do autor mais de 4000 para ele publicar = ROUBO. Por quê? Porque essa editora com certeza tem gráfica própria e paga menos de 5 reais na impressão de cada livro. Além disso, o preço acima de 12000 normalmente significa que eles estão te vendendo o próprio livro, algo como um "seguro" para caso seu livro não venda. Neste caso, é sim um roubo você só dar 10% ao autor.

    Caso 2: Editoras médias e pequenas que cobram acima de 5 mil = ROUBO. Apesar de não terem uma gráfica própria, o processo de impressão normalmente não sai caro o suficiente para justificar esse alto investimento por parte do autor. Esse dinheiro serve para a editora pagar todo o processo editorial do livro e ainda ficar com um lucro considerável para, também, usar caso seu livro não venda.

    Caso 3: Editoras pequenas que cobram entre mil e 5 mil reais = NECESSIDADE. Por quê? Porque essa editora não tem capital próprio para pagar por todo o processo de impressão (que é caro pra caramba) e, na maior parte das vezes, não sobra dinheiro aqui para a Editora. Agora, vamos aos 10%. O preço do livro é Preço da Impressão + Direitos Autorais + Frete + Taxas (se tiver) + Lucro da Editora. Imagine que para imprimir 100 cópias de um livro de 300 páginas, a Editora gaste 1850 reais (preço real). Ou seja, temos 1650/100 = 16,50. O livro desse autor já custa para ser impresso 18,50 porque, como a Editora pequena não tem gráfica própria, paga caro para imprimir. Agora, 18,50 + Taxas. As taxas costumam ser algo em torno de 3,00, assim: 21,50. Agora lembre que o frete varia de 5,00 a 10,00 reais se você enviar por registro módico (método MAIS barato usado pelas editoras pequenas). Assim, o livro já custa entre 26,50 e 31,50. Agora, você ainda tem que adicionar os Direitos Autorais! E lembre: você é um autor novo, numa editora nova, ou seja, livro novo desconhecido CARO não vende fácil. Assim, chutando que o frete seja de 5,00, taxa 3,00 e impressão 18,50, imagine que o livro saia ao todo por 30,00.
    Desses 30,00 ---> 3,00 para o autor, 18,50 de impressão, 3,00 de taxa, 5,00 de frete! Sobrou 0,50! O que é esse "0,5"? É o LUCRO da editora. Ah, e os 18,50??? Onde ficam? Eles ficam ali, parados, para serem usados na impressão dos seus livros quando essas 100 cópias acabarem e você precisar de mais cópias para vender.
    Vê? A editora não rouba, ela NÃO TEM OUTRA SAÍDA.

    Enfim, espero ter esclarecido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saiu um errinho no texto, perdão: na parte "Ou seja, temos 1650/100 = 16,50" é "Ou seja, temos 1850/100 = 18,50."

      Excluir

"Comento, logo existo."