Resenha - Harry Potter e O Cálice de Fogo

quarta-feira, dezembro 07, 2016 2 Comentários A+ a-


Sinopse:
No quarto ano em Hogwarts, Harry Potter, embora ainda sem idade suficiente, é misteriosamente selecionado pelo Cálice de Fogo para competir no arriscado Torneio Tribruxo. Estranhos sinais luminosos no céu mostram que Voldemort pode estar anunciando sua volta. Além disso, a marca na testa de Harry não pára de doer, o que sempre significa que algo muito tenso está para acontecer. Harry e seus amigos precisam enfrentar testes terríveis, dentro e fora da gincana. Será que estão preparados?



Resenha
Harry Potter e O Cálice de Fogo, o quarto livro da série Harry Potter finalmente teve sua leitura concluída por mim! Haha. Comprei essa série na Black Friday de 2015, e só agora, dezembro de 2016 eu terminei de ler o quarto livro... Enfim, mesmo este sendo só o quarto livro, eu já estou com a sensação de "não quero que acabe"

No quarto livro, Harry começa tendo um sonho muito estranho com Rabicho e com um ser que ele acredita ser Voldemort. Acorda com sua cicatriz doendo, mas não imagina que possa ser algo tão sério, apesar de ficar preocupado e pensar em contar isso ao seu padrinho Sirius. Antes do fim das férias, Harry vai para a Copa Mundial de Quadribol com os Weasley, onde eles ficam acampados naquelas maravilhosas cabanas que por dentro são quase um apartamento (queria muito entrar numa dessas, haha). O capítulo da Copa Mundial de Quadribol foi bastante emocionante, como sempre, mergulhei tão profundamente no universo de Harry Potter que é impossível você não se imaginar lá, fazendo parte de todos esses eventos. Obviamente alguns problemas surgem durante essa copa mundial, o que dá um pontapé inicial para o problema maior que vai ser resolvido depois e que tem 100% a ver com Lorde Voldemort.

Após retornar à Hogwarts, os alunos descobrem que não poderão jogar quadribol nesse ano, porque algo muito maior irá acontecer: O Torneio Tribruxo. Hogwarts iria competir com mais duas escolas, a Beauxbatons e a Durmstrang, portanto, muitos alunos franceses e búlgaros vêm passar um tempinho em Howgarts, que cedia o evento. Muitos alunos ficaram animados em participar, mas somente um de cada escola seria sorteado pelo Cálice de Fogo e eles precisavam ter 17 anos, menores não poderiam se inscrever. 


Porém, no dia em que o Cálice de Fogo iria revelar os 3 participantes, um quarto nome foi cuspido pelas chamas: Harry Potter. Alguém colocara o nome de Harry no Cálice, mas mesmo sendo impossível de um torneio tribruxo ter quatro participantes, os diretores das escolas decidem que é melhor aceitar a decisão do Cálice e permitir que Harry participasse, mesmo ele não querendo nem um pouco. 

O Torneio Tribruxo consistia em realizar 3 tarefas bastante complexas, o aluno que chegasse até o final, ganharia o torneio e um saco com 1.000 galeões de ouro. Sendo assim, em Harry Potter e O Cálice de Fogo, vamos passar por essas 3 tarefas, e em meio delas, os problemas de Harry terão de ser resolvidos.

O novo professor de Artes das Trevas é Moody Olho-Tonto, também conhecemos novos personagens, que são professores das outras escolas ou trabalham no Ministério da Magia. Em falar nisso, também conhecemos Rita Skeeter, uma jornalista que vai encher muito o saco de todo mundo durante o livro, mas vai ter um fim bem satisfatório.


O final do livro é, com certeza, muito emocionante e instigante. Quando Credrico e Harry tocam ao mesmo tempo o Cálice e são transportados para onde está Voldemort, pronto para ressurgir com seu novo corpo. Esses últimos capítulos são arrepiantes, mal vi as páginas passando de tanto que mergulhei na história. Agora as coisas ficarão, de fato, mais preocupantes no próximo livro. 

Avaliei o quarto livro como excelente e favorito justamente por esses momentos de imersão total, que é o que a escrita simples e cativante de J.K. nos proporciona, além, é claro, da história incrível. Estou adorando a série de Harry Potter e mal posso esperar para saber como será concluída (não vi o último filme), apesar de não querer que termine. 

E você, já leu Harry Potter? Já leu O Cálice de Fogo? O que achou? Comenta aí!

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

2 comentários

Write comentários
sara
AUTHOR
8 de dezembro de 2016 03:58 delete

tem um bom tempo que eu li hp, tô com muita vontade de reler *-* O cálice de fogo é um dos melhores, amo as provas e as outras escolas...
Enfim, agora que a série vai ter uma pegada mais sombria, e boa leitura com a Ordem da fênix (e com a Umbridge). É o livro que menos gosto da série T-T
Kissus

Reply
avatar
Sara
AUTHOR
8 de dezembro de 2016 10:25 delete

Já li dois capítulos e só consigo pensar como o Harry cresceu, ele tá diferente, sei lá... ): ai meu kokoro... agora tô com medo! UASHHASUHUAS

Reply
avatar

"Comento, logo existo."