Resenha - O Coração Denunciador | #12MesesdePoe

sábado, dezembro 17, 2016 0 Comentários A+ a-


Atenção! Essa resenha contém spoilers do conto


Resenha
O Coração Denunciador ou O Coração Delator, é o oitavo conto do projeto #12MesesdePoe e foi sem dúvida um dos meus favoritos. É um conto bastante breve, de apenas 4 páginas no leitor PDF, que conta a história do narrador, que mais uma vez não chegamos a conhecer em relação ao nome. Na verdade, o protagonista já começa o conto contando seus objetivos.

Ao meu entender, ele morava com um velho e queria se livrar dele. O narrador-protagonista também tem a capacidade de ouvir os batimentos do coração desse velho e, toda noite, ele coloca a lanterna pela fechadura da porta do quarto do velho para colocar a luz em seu olho e atormentá-lo, provocando-lhe medo e pavor, só para ouvir os batimentos acelerados do velho.

Após tomar coragem, o protagonista vira a cama do velho e acaba o matando. Em seguida, esquarteja o corpo e esconde os pedaços embaixo do assoalho, o assassino agora bastante satisfeito por não ouvir mais os batimentos do coração do velho. Quando a polícia visita a casa dele, ele diz que o velho foi viajar e mostra como a riqueza do mesmo estava intacta, mas durante a  visita da polícia, ele começa a ouvir um barulho estranho... Os batimentos cardíacos do velho esquartejado vindo de baixo do assoalho. Ele não aguenta o barulho e se entrega à polícia. 

Uma coisa que achei engraçada nesse conto é que logo no começo o narrador-protagonista diz que não é louco, mas logo em seguida nós descobrimos que ele é mais do que louco, haha.

E você, já leu esse conto? Está participando do projeto? Comenta aí!

Sara Muniz, dona do blog Interesses Sutis, sou apaixonada por ler, escrever e criar. Adoro música erudita, rock, pop, música francesa e de vez em quando até uma musiquinha indiana para dar uma animada! Preciso ver artes plásticas para me inspirar a escrever. Meus autores preferidos são Patrick Rothfuss, J.R.R. Tolkien, Brandon Sanderson, Jostein Gaarder e Khaled Hosseini (nessa ordem). Amo cantar e desenhar - mesmo fazendo ambas as coisas mal -, sou fissurada por cachorros e todos são "bebês fofinhos" para mim. Às vezes, eu acho o mundo lindo, outras vezes eu acho que a colisão de um meteóro com a Terra seria a salvação. Saiba mais sobre mim na página "About"!

"Comento, logo existo."